terça-feira, 1 de abril de 2008

PRIMEIRO DE ABRIL

Ele aproveitou o dia 1 de Abril para fazer a ronda pela família, pelos amigos, pelos vizinhos, pelos colegas e não pelos inimigos porque - que soubesse - não os tinha!

Nessa ronda entregou uma flora a cada um e disse que ia encetar uma grande viagem que o deixaria longe e sem dar notícias durante muito tempo!

Ninguém o levou a sério! Aliás, nunca ninguém o levava a sério! Todos sabiam do seu humor e da sua maneira de lidar com a vida e com o que se convencionou chamar destino. O facto de ser 1 de Abril mais induzia a que ninguém acreditasse na anunciada viagem!

O lusco-fusco dura 5 minutos. E foi ao lusco-fusco que ele escolheu começar a tal viagem: não só desmascarou o primeiro de Abril como nunca mais ninguém duvidou das suas histórias...

5 comentários:

Filoxera disse...

Fez muito bem!

Bichodeconta disse...

por vezes há que agir de forma a dar uma lição... fex muito bem! Ou talvez não, boa semana....ell

Leonor disse...

duração e narração perfeita. vou estar atenta a este também. parabéns

Mário Franco disse...

pois...o suícidio!

Bichodeconta disse...

Estou á espera, tenho a certeza que não faltaste ao concerto dos GNR versos GNR.. Gostaria de ter lá estado, mas.......................Beijinho e boa semana..