terça-feira, 15 de julho de 2008

UM CONDUTOR COMO POUCOS!

Ele era um exímio condutor. Sempre que pegava no carro e arrancava, conseguia manobrá-lo pelas ruas apinhadas de gente e de outras viaturas com uma destreza invejável! A velocidade não lhe fazia impressão, ele conseguia controlar muito bem o carro, abrandava quando era preciso, travava quase sempre a tempo, houve uma ou outra vez em que deu um toque mas nada de grave.

Percorria assim as ruas paralelas, fazia as rodas guinchar, voltava a passar várias vezes pelas mesmas ruas para se certificar que nunca se esquecia de nada. Não o fazia todos os dias mas sempre que podia lá estava nas suas manobras, umas vezes levando consigo outros objectos, outras vezes viajando quase vazio...

Naquele dia fez umas quantas manobras mas decidiu não ir muito longe. Acabou por estacionar o carrinho junto de todos os outros carrinhos, retirou a moeda, juntou-lhe mais 5 cêntimos e foi tomar um café! Logo mais voltaria ao hipermercado para fazer compras!

3 comentários:

Alice Matos disse...

Poderia ser "mais" que uma breve história... poderia ser o início de uma longa história... É só deixar correr a imaginação...
Adorei...
Um beijo para ti...

P.S. Lamento, mas acho que estás enganado... não estou relacionada com nenhum almoço...

mariam disse...

excelente...! diverti-me.
continua?

um sorriso:)

Bichodeconta disse...

Haja Deus, pelo menos sabia ir ás compras.. um abraço..