quarta-feira, 24 de setembro de 2008

AS HISTÓRIAS DA MILUCHA - III

A Milucha tinha um medo terrível de aranhas! Sempre que via um aracnídeo - por mais pequeno que fosse - punha-se aos gritos e alertava o prédio todo, de tal modo que as vizinhas vinham às portas e às janelas ver o que se passava.

Como não conseguia matar aranhas, a Milucha «contratou» a minha irmã mais velha e a minha prima para matarem as aranhas que ela encontrasse na varanda. Assim foi: e a morte das aranhas até era bem paga para a altura, 25 tostões por aranha!

Mas o negócio não rendia por aí além pois, e embora aparecessem algumas aranhas porque as traseiras do prédio davam para o campo, o número de aranhiços não ultrapassava 2 ou 3 por semana. Então, a minha prima teve uma ideia soberba: ir apanhar aranhas ao campo e enxotá-las para a varanda da Milucha. Assim pensaram e assim fizeram, e até combinaram outra variante: aranha que aparecesse no quarto da Milucha valeria 3 escudos.

Negócio fechado e as aranhas começaram a aparecer em catadupa. De tal modo que um dia a mãe da Milucha descobriu e pôs fim à ilegalidade. E o negócio das aranhas foi à falência! Só os gritos da Milucha continuaram...

4 comentários:

elvira carvalho disse...

Uma boa história, e bastante credível. Eu tenho uma sobrinha assim.
Um abraço e votos de bom fim de semana

Lia disse...

Sim senhor;0)...está gira!
Vou passar para ver a continuação;0)Beijo bfs.

sofialisboa disse...

adorei este negocio, eu faria a mesma coisa se fosse miuda sofia

turbolenta disse...

O que eu já me ri com algumas das histórias que hoje aqui li.
Muito bem escritas e muito engraçadas. Esta das aranhas poderia ter-se passado com a minha filha.Tem um pavor a esses reles bichinhos. Mal vê um foge e grita que parece que a estão a matar. De tal modo que há um tempo, quando passou na televisão um programa para acabar com as fobias das pessoas , o meu filho pensou em a inscrever.Eu é que não deixei,pois sei que ela não conseguia pegar numa aranha.
A Milucha tem boas histórias.
Há mais?
boa semana