segunda-feira, 1 de setembro de 2008

PROGNÓSTICOS PARA A VIDA... OU TALVEZ NÃO!

Ele estava ansioso com a chegada do dia 1 de Setembro. E isto porque no início do ano anterior um astrólogo tinha-se cruzado no seu caminho e tinha adivinhado que ele vinha de um período complicado em que perdera a pessoa que amava (tendo-a reconquistado depois) mas avisava-o que ele iria passar por um período horrível até Setembro desse ano, e que aconteceriam coisas terríveis, tais como perder o emprego, perder amigos e perder algumas ilusões...

Depois, a partir desse Setembro - mas ainda sob a influência maléfica de Saturno - as coisas começariam a melhorar lentamente... mas no princípio do ano seguinte (este em que agora estava) sofreria o maior choque da sua vida... mas logo depois uns anjos lhe apareceriam e viriam em seu auxílio e caminhariam a seu lado... e depois, no Setembro seguinte, Júpiter - o planeta poderoso e bom - entraria em acção e a sua vida mudaria para muito melhor, e desta vez definitivamente...

... Por isso toda a expectativa que ele depositava nesse princípio de Setembro, um mês que para ele significava sempre recomeço... esse dia amanheceu cheio de Sol, ele levantou-se cedo, abriu a janela, respirou fundo e confirmou para consigo próprio que «estava vivo, tinha saúde e tinha perto de si as pessoas de quem gostava!»... E isso chegava! Agradeceu a Júpiter e ao astrólogo... onde quer que ele estivesse...

2 comentários:

Lia disse...

Alexandre,
como sempre, adoro ler o que escreves...fico encantada!
Beijocas e bfs.

Filoxera disse...

Deves escrever sempre.
E embalar-nos com músicas como esta, que ainda hoje ouvi três vezes. Linda!
Beijos.