sexta-feira, 26 de setembro de 2008

AS HISTÓRIAS DA MILUCHA - V e última

Ter um diminutivo em criança pode levar a vários equívocos. A Milucha que o diga! Ela entrou para a escola no mesmo dia que eu, embora fosse uns meses mais velha não conseguiu entrar no ano anterior por causa das vagas.

Soube-se depois que a professora da sua 1.ª classe ao chamá-la a chamou por Emília e não por Milucha, claro! Acontece que a Milucha não sabia que se chamava Emília, nunca ninguém a tinha tratado por esse nome nem sequer lhe tinham explicado a razão de ser de Milucha.

Parece que foram longos os minutos até a professora descobrir que a Emília era a Milucha, mas o maior choque foi sem dúvida para a própria criança. O que vale é que a Milucha era uma bem disposta e ultrapassou esse episódio na «maior»!

2 comentários:

Lia disse...

Vou sentir saudades da Milucha:0(
Beijinho;0)

elvira carvalho disse...

Coisa que não aconteceu comigo. Gente pobre não tem diminuitivos.
Um abraço