sábado, 11 de outubro de 2008

A MAGIA DAS QUINTAS-FEIRAS!!!

Eles conheceram-se a uma Quinta-feira. A partir desse dia passaram a encontrar-se sempre à Quinta-feira, era o único dia da semana em que podiam estar juntos, mesmo que para isso tivessem que viajar muitos e muitos quilómetros... e assim aconteceu durante semanas, durante meses...

A cumplicidade entre eles ia crescendo à medida que se encontravam mais vezes e que se conheciam melhor! Gostavam do que iam descobrindo aos poucos um no outro...

Até que um dia - e há sempre um dia diferente! - não se puderam encontrar à Quinta-feira! Que fazer? Bom, resolveram saltar um dia e adiar o encontro para Sexta-feira... Foi o pior que fizeram: tudo correu mal nesse dia, a cumplicidade desvaneceu-se, a magia desapareceu como que por maléficas artes mágicas!

Nunca mais se encontraram, nem às Quintas-feiras nem às Sextas-feiras nem em qualquer outro dia da semana... o tempo passou, o tempo correu... até que um dia quis o destino, o acaso ou qualquer outra denominação que lhe queiramos dar, encontraram-se... não era Quinta-feira... nem era Sexta-feira...

Que importa o dia da semana? A partir desse dia nunca mais se encontraram nem só à Quinta nem só à Sexta... mas sim todos os dias!

3 comentários:

Sol da meia noite disse...

Faz tempo, muito mesmo, que não visitava nenhum espaço teu a não ser o Fundamentalidades.
Hoje deu-me para passar por aqui e achei interessante a história.
Tanto rigor nos dias no início, para depois desafiarem o tempo e tudo continuar a acontecer, mas num tempo sem tempo...
Por vezes, deixar andar, sem nada que condicione, dá mais sabor... não vá a maldição adivinhar o dia...

Beijinho *
;-)

Lia disse...

Gosto de sentir que existe Magia na vida!;0)Uma história de encantar:0)Só a magia do amor ,dá sentido a vida!Beijo e um raio de sol;0)

Maria, Simplesmente disse...

Gosto das tuas histórias e como hoje é sábado vou embora pois as obrigações obrigam-me a dar atenção a outras coisas, mas enquanto bebi um cafezinho soube-me bem ler-te.
O amor é complexo é o que a história nos diz, e não quer a obrigação de dias certos.
Uma bom fim de semana
Maria