sábado, 18 de outubro de 2008

NEM TUDO TEM QUE SER COMO SEMPRE FOI...

Sexualmente ela nunca tinha tomado a iniciativa! Não que não gostasse de sexo! Como mulher normal que era, gostava! Estava casada há alguns anos mas nunca ultrapassara o «fantasma» que lhe tinham incutido desde muito nova! Nada de novo: não era muito diferente de outras mulheres! As desinibições vão-se conquistando aos poucos e há mentalidades que duram anos, séculos, milénios... não por culpa de homens ou mulheres mas porque as coisas foram e - algumas continuam a ser - mesmo assim!

Ele gostaria que as relações íntimas deles fossem diferentes mas também nunca se sentira desinibido o suficiente para alterar alguma coisa - mesmo uma relação de casamento pode não significar abertura e desinibição total... Era o que se passava com eles: um casal normalíssimo mas que não tirava da intimidade a cumplicidade possível!

Até que um dia... Tudo se alterou! Ela começou a tomar a iniciativa tantas vezes como ele, a vida sexual de ambos melhorou muito, mas muito mesmo, com as repercussões positivas noutros aspectos da vida em comum! E o que teria feito com que as coisas se alterassem tanto assim? Bom, ele sabia mas nem queria pensar muito nisso, preferia que tudo fluísse daquela maneira fantástica e que ambos desfrutassem do melhor que a vida tem... Até porque nunca se deve acordar um sonâmbulo... neste caso, uma sonâmbula!!!

5 comentários:

Filoxera disse...

Sonâmbula? Bem podias ter dado à personagem uma nova forma de encarar a vida.
Mas eu também não o fiz com o meu personagem cinzentão...
Beijos.

Maria, Simplesmente disse...

Tem cuidado. faz o exame do sono. Vê bem se és sonambulo. Mas ser for bom, deixa andar.
Se for ao contrário... não durmas.
Maria

mariam disse...

:)

tenho um amigo sonâmbulo casado com uma amiga sonâmbula!
há estórias deles, de ir às lágrimas... "tipo"
- Ele, já fez xixi para dentro do frigorífico
- Ela, já encontrou os seus chinelos-de-quarto na rua...

nem um nem outro se lembram de nada!

:)
(estória real)

Lia disse...

:0))))Sorrisos:0) com os comentários!!!Bem...já que não teve coragem e iniciativa(para sonhar acordada,sonhava ,e teve iniciativa a dormir)e com toda a certeza ,que ele não se importava!;0)Está muito gira!!!:0)Um beijo.

Bichodeconta disse...

Bem, eu na esperança de que a senhora tivesse finalmente dado o grito do Ipiranga e se tivesse libertado de preconceitos, afinal era o sonambolismo..Hum, será? ou será que a senhora com vergonha de admitir os seus desejos e necessidades, resolveu a quetão fazendo-se passar por sonambola?Bem acho que a Mirian tem histórias de sonambulismo com as quais nos pode deliciar! Eu sei, são amigo e conhecidos..Mas podem sempre florear-se as histórias e fazer rir os amigos.. Vá lá..Beijinho, ell