terça-feira, 28 de outubro de 2008

A ROLETA RUSSA DA ABERTURA DA PORTA...

Por causa dos assaltos o Banco tinha arranjado uma maneira de fechar a porta de fora, obrigando os clientes a premir um botão para pedirem acesso ao interior da entidade. Lá dentro - e só visualmente - uma funcionária tinha que distinguir entre quem podia ser um potencial assaltante ou um normalíssimo cliente. Era tipo roleta russa...

Como aquela filial já tinha sido alvo de um assalto - embora sem sequelas físicas para os funcionários - ela enchia-se de suores frios e quase entrava em pânico quando descortinava alguém do lado de fora da porta e tinha que decidir carregar ou não no botão... É claro que carregava sempre no botão: nenhum cliente podia ser deixado fora do banco e em princípio nenhum assaltante tocaria a campainha para... assaltar!

O novo sistema era chato mas seguro e eficiente. Os nervos dela é que já não aguentavam: oito horas de stresse permanente por dia eram demais! Ela era bancária e não juiz de pessoas bem ou mal-encaradas! Ela tinha que mudar de vida urgentemente senão ainda dava em doida!

Até que um dia um indivíduo elegantérrimo, com um fato impecável e uma gravata soberba, assomou à porta... e desta vez ela não hesitou, carregou de imediato no botão e pensou que ninguém tão bem vestido podia ser assaltante...

... Esteve sequestrada durante algumas horas! Mas nunca entrou em stresse, aliás, aproveitou até para relaxar, descontraír... estar sequestrada era bem menos stressante e perigoso que estar de serviço à abertura da porta de fora!

Por bom comportamento, ele saiu mais cedo da prisão, ambos mudaram de vida e agora são muito felizes! Assaltos? Sim, de certo modo não acabaram, mas agora só acontecem a meio da noite quando os dois estão sozinhos e bem aninhadinhos... adivinhem onde!!!

4 comentários:

Anónimo disse...

Olá Alex

Como sabes sou tua leitora assidua dos teus blogs.

Adoro todos mas principalmente as tuas fotos.

Em relação as tuas histórias acho engraçado elas terem sempre um final feliz.
Boa semana, beijinhos

safira

Alexandre disse...

Safira,

Obrigado! Como também sabes é muito importante para mim exprimir-me desta maneira... e ser reconhecido, quantas vezes por pessoas que eu nem conheço...

Quanto a blogs, vêm aí mais uns projectos... depois vês!

Beijinhos! Obrigado!!!

mulher disse...

Só tu para te lembrares de um final assim.Gostei.Bjinhos

Lia disse...

Gosto de finais felizes...
Está muito gira!Como sempre;0)
Beijinhos