segunda-feira, 20 de outubro de 2008

NO DIA MUNDIAL DA OSTEOPOROSE, ELE FAZIA UMA VIDA ARRISCADA...

Ele sofria de osteoporose! Mas uma osteoporose muito avançada. Tinha os ossos muito fracos, e os médicos já o tinham prevenido muitas vezes para ele ter cuidado com as actividades do dia-a-dia, porque até em casa podia fracturar um ou mais ossos e nalguns casos seria muito difícil a sua recuperação dada a pouquíssima densidade óssea!

Mas o seu espírito aventureiro era superior a todas essas recomendações: ele precisava de se movimentar, de estar sempre activo! E era assim que era corredor (todos os dias corria uns quilómetros), fazia cicloturismo, caminhadas serras acima (e abaixo), era parapentista, praticava natação, surf, artes marciais, fazia ginástica no ginásio lá ao pé de casa e ainda corria para os transportes públicos já que - com tanta actividade - andava sempre atrasado. Ah, e ainda era motard, não faltava a uma concentração de motards e quanto a velocidades... bom, é melhor nem dizer!

Nada de mal lhe acontecera até então! Ele até ironizava com o seu problema de osteoporose e dizia que com os ossos rendilhados até ficava mais leve para praticar todas aquelas actividades. Tinham-lhe dito que às vezes os acidentes maiores acontecem em casa. Por isso retirou todos os tapetes do chão para não escorregar, eliminou as esquinas ponteagudas dos móveis, entrava com cuidado na banheira... mas não se inibia de fazer amor com o necessário frenesim e empenho... e nada de mal lhe acontecera até então...

Mas, como todos sabemos, as piores coisas acontecem mesmo quando não se espera: e não é que no dia em que estreia a nova escova de dentes, daquelas automáticas que escovam os dentes sem ser preciso mexer a mão, é só por dentro da boca, ele ouviu um «clanc» nos ossos do pulso esquerdo (atenção, era canhoto)? Partiu o pulso e claro está - com tantos ossinhos naquela zona do corpo - nunca mais conseguiu sarar a ferida...

Moral da história: Vivamos.. porque só assim vamos tendo histórias para ... contar!!! E uma grande homenagem a todos os que sofrem de osteoporose e que são um em cada cinco portugueses com mais de 50 anos!!!

1 comentário:

Lia disse...

:0)))))Já tinha saudades de vir aqui!;0)))
Beijo